RÁDIO CONTATO

quarta-feira, 2 de abril de 2014

O amigo e a loira



Um coleguinha nosso aqui de João Pessoa, cujo nome não digo porque se disser ele se intriga, como já ameaçou, foi a Belo Horizonte participar de um Congresso. Cidade bonita, cheia de avenidas largas, prédios enormes, gente chique por todos os lados, o coleguinha deslumbrou-se logo de chegada. Até pensou em fixar residência naquelas plagas, claro se arrumasse um emprego que lhe financiasse a moradia, a comida e a farra, que naquele tempo integrava o seu cardápio diário.
Os congressistas foram hospedados num belo hotel, como não poderia deixar de ser, por ser a cidade bela, de nome Belo Horizonte. Cada apartamentão enorme, com duas camas, banheira de água morna e saltitante, espelhos, frigobar, ar condicionado, tv com controle remoto e antena parabólica, um luxo.
O restaurante do hotel parecia um céu. Mesas e mais mesas ricamente adornadas, toalhas cobrindo tudo, uns guardanapos brancos e vaporosos que o meu coleguinha chegou a confundir com suculentas tapiocas, os talheres de prata pura, enormes, bem diferentes daqueles garfos e facas encontrados na lanchonete de Zezinho do Botafogo, que mal podiam equilibrar um pedaço de cuscuz e os garçons, todos de paletós brancos e gravatas borboletas, dando ao ambiente um ar de rara nobreza.
O bar então, com sua luz fosca, mesas discretas e cadeiras amolfadadas, além do balcão onde eram depositadas bebidas de várias marcas e sabores, encantou sobremaneira os olhos do meu amigo. Que não mais saiu de lá, diga-se. Meteu a cara no uisque como o matuto da seca mete a boca na cacimba de água fresca.
Ao término da vigésima dose, lá estava a loira. Que loira! Linda, cabelos descendo pelos ombros, seios fartos, bem dispostos dentro do vestido e mostrando apenas os seus começos pelo decote guloso, a cintura redonda e fina, os quadris (meu Deus do céu, que quadris!) pareciam as alças da Beira Rio com o viaduto no meio. O amigo levantou-se. Já era enxerido por natureza, mas quando tomava uma, saia de perto, pegava quem aparecesse. Foi até a linda, chamou-a para dançar uma parte, se apertaram, se beijaram, se amassaram, chumbregaram de todo jeito e, prestes a explodir, sem mais aguentar, o meu coleguinha convidou-a ao apartamento.
Foram. Lá dentro, em cima da cama, querendo aproveitar ao máximo o espetáculo e o saboroso prato, o coleguinha começou, sem pressa, pelos beijos ardentes de língua, passou a beijar o pescoço e, à medida em que descia, também arreava a roupa da bela. Vieram os seios, belos, pontudos, bicos vermelhinhos, ambos olhando para Pirpirituba, depois o umbigo, bem feito, só o buraquinho com a bolinha de gude dentro. Aí o amigo, para atrasar o climax, pulou do umbigo para o mocotó. Mocotó fino, de mulher valente, pernas roliças, joelhos redondinhos, parecendo uma bolacha maria e aí chegou a hora H. Desceu-lhe a calcinha e, com a mão aberta, gulosa, foi lá na gruta do amor. Mas qual o que!!!! Em vez da abertura ardente, encontrou uma verdadeira estaca. Grande, redonda, cabeçona de fazer medo a menino levado, dura que parecia a ponta de uma lança. A loira era um loiro, descobriu o meu amigo. A cachaça foi embora na hora. O amigo chamou um colega daqui que com ele foi ao Congresso, contou o havido, o colega, solidário, armou-se com um cabo de vassoura e os dois, mostrando que paraibano é bom de briga, botaram a loira, que na verdade era um loiro, para correr desembestado escada afora.

quarta-feira, 19 de março de 2014

Fé em São José: Apac prevê chuva no Sertão

Barragem Serraria, em Brejinho, já tem 10% de sua capacidade / Divulgação


                                         Barragem Serraria, em Brejinho, já tem 10% de sua capacidade


A crença católica declama que chuva no Dia de São José, celebrado nesta quarta-feira, prenuncia índices melhores de precipitação ao longo do ano. Até a noite, a previsão da Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) é a ocorrência de chuvas rápidas com intensidade fraca em algumas cidades do Sertão e do Agreste, que são as mais castigadas pela estiagem. Pela primeira vez, nos últimos dois anos, municípios sertanejos devem registrar precipitações dentro da média para os meses de março a maio. 
“Para esses três meses, são esperados cerca de 350 milímetros de chuva para a região, o que já ameniza a situação em relação a 2013, quando foi registrado um volume 25% menor”, diz o gerente de meteorologia e mudanças climáticas da Apac, Patrice Oliveira. Ainda assim, essa previsão não é o suficiente para tirar da situação de emergência 257.491 famílias afetadas pela estiagem em 56 cidades do Sertão e 68 do Agreste. 
“Como são localidades que passaram por uma das maiores secas em dois anos consecutivos, seria necessário um período grande com precipitações bem acima da média dar trégua na calamidade”, acrescenta Patrice. De qualquer maneira, a tímida incidência de chuvas desde fevereiro conseguiu tirar do colapso total dois mu nicípios do Sertão, segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). 
Em Brejinho, cuja realidade era de intenso colapso de abastecimento há nove meses, a Barragem de Serraria, que estava totalmente seca, conseguiu acumular 10% de sua capacidade. “Isso garante o abastecimento com rodízio por até mais quatro meses”, garante o diretor do Sertão da Compesa, Fernando Lôbo. A outra cidade onde a situação se tornou mais amena foi Betânia, que contou com elevação do nível do lençol freático. Isso permitiu que a água voltasse a ser captada por poços. Para Fernando, esse cenário menos perverso favorece ainda quem tem pequenos barreiros. 
Para melhorar a situação do Sertão mesmo com a acanhada precipitação prevista, a Compesa também investe em fontes hídricas para evitar o desabastecimento de Arcoverde e arredores. A obra inclui a perfuração de dois novos poços, ampliação da produção dos três já existentes na região e de quatro estações elevatórias, além da implantação de 74 quilômetros de adutoras. O projeto, orçado em R$ 15 milhões, tem previsão de conclusão para março deste ano. 
“A situação do Sertão só não é mais otimista porque, no dia de hoje, a região como um todo está com precipitações entre 30% e 40% abaixo da média”, avisa o meteorologista da Apac Flaviano Fernandes. Ele salienta que é importante não perder o otimismo porque restam alguns dias de período chuvoso nas cidades sertanejas para se aguardar um maior volume de chuvas. O cenário do Agreste, de acordo com a Apac, também intriga porque a região não tem grandes mananciais. “Os municípios que enfrentam maiores contratempos são Brejo da Madre de Deus e Jataúba”, informa Patrice Oliveira. 
Ainda no Agreste, a população de Bom Conselho, onde há 18.704 pessoas afetadas pela seca, espera um maior volume de chuvas para tirar maior proveito do Programa Terra Pronta e Distribuição de Sementes, lançado na cidade no último dia 13 pelo Governo do Estado. A ação, que recebeu investimentos de R$ 7,62 milhões, beneficiará mais de 130 mil agricultores no Estado. Além de garantir o preparo do solo, o programa assegura a distribuição de sementes de milho e feijão.

terça-feira, 18 de março de 2014

De shortinho, Geisy Arruda posa tirando leite de vaca em fazenda

Geisy Arruda quis reviver seus momentos de 'fazendeira' na manhã deste sábado. A modelo que participou do reality show 'A Fazenda', publicou uma foto na manhã deste sábado, 15, no Instagram, onde aparece tirando leite de uma vaca. De shortinho e chapéu de cowboy, a loira mostrou dedicação ao ordenhar a vac e comemorou. "A manhosa deixou", referindo-se ao nome do animal. Geisy também tentou fazer amizade com as galinhas, mas não teve muito sucesso "Tentando fazer amizade, mas tá difícil", escreveu na legenda da foto. A modelo está em Bezerros, cidade pernambucana.
Geisy Arruda tirando leite da vaca (Foto: Reprodução/Instagram)Geisy Arruda tirando leite da vaca (Foto: Reprodução/Instagram)
Geisy Arruda  (Foto: Reprodução/Instagram)Geisy Arruda (Foto: Reprodução/Instagram)

sexta-feira, 14 de março de 2014

Inocêncio volta atrás e confirma disputa à reeleição















O prefeito de Iguaraci, Francisco Dessoles (PTC), declarou há pouco, no programa do jornalista Nill Junior, na Rádio Pajeú, que recebeu um telefonema do deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) que é candidato à reeleição. Dessoles é um dos gestores pernambucanos mais próximos ao dirigente regional, o que confere alta credibilidade à declaração dada na manhã desta sexta-feira (14).

Apesar de agradar aos aliados, a informação divulgada hoje pelo prefeito de Iguaraci pode prejudicar - e muito - o futuro político do deputado estadual Sebastião Oliveira (PR), sobrinho de Inocêncio, que, após o anúncio oficial feito pelo tio, no final do ano passado, de que estaria abdicando da vida pública, deu início a uma extensa maratona para percorrer os quatro cantos do estado em busca de apoios à sua candidatura à Câmara Federal.

Resta saber, entretanto, se Inocêncio Oliveira tem de fato cacife suficiente para eleger a si e ao sobrinho deputados federais.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Contaminação na água da COMPESA: Promotora de Justiça de Gravatá chama atenção dos órgãos de Saúde

A 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Gravatá, agreste pernambucano, através de sua Promotora, Dra. Fernanda Henrique da Nóbrega, comunicou oficialmente nesta quarta-feira (12) a Recomendação Nº 002/2014 que solicita da Secretaria Municipal de Saúde e demais órgãos ligados que sejam promovidas com URGÊNCIA, amplas campanhas educativas para instruir a população gravataense sobre a necessidade de CLORAÇÃO da água e higienização dos locais de armazenamentos tais como: cisternas e caixa de água.
A COMPESA FOI NOTIFICADA SOBRE OS RISCOS A SAÚDE DA POPULAÇÃO GRAVATAENSE. O CASO SERÁ ANALISADO PELA SUPERINTENDÊNCIA DA COMPANHIA. 
De acordo com a publicação realizada pelo Ministério Público de Pernambuco, a Promotoria de GRAVATÁ recebeu recentemente os relatórios de analises anual de amostras de água realizada em laboratório pela IV Gerência Regional de Saúde em 2013, a qual contém informações sobre a contaminação da água fornecida aos moradores da cidade.
Ainda de acordo com a promotora, das 86 amostras coletadas, 40 revelaram presenças deCOLIFORMES e outras 07 estavam contaminadas por ESCHERICHIA COLI. O alerta chama a atenção da população pobre que necessidade da água fornecida pela COMPESA para consumo humano. A ESCHERICHIA COLI é uma bactéria bacilar das mais antigas do mundo e causam entre outros problemas: a toxinfecção: a apendicite e a meningite. 
Opinião Bezerros é Notícia
Se a água de Gravatá tá assim, imagina a bosta que chega nas torneiras de nossa Bezerros.
Fonte: Portalgn.com

POLÊMICA: Em testemunho, Elba Ramalho diz ter levado umas lapadas do sanfoneiro Cezzinha

 / Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem


Foto: Ricardo B. Labastier/JC Imagem

A cantora Elba Ramalho, 62 anos, já relatou ter vivido situações de agressões físicas mútuas, impulsionadas por excesso de bebida alcoólica, com o ex-companheiro César Carvalho. O sanfoneiro Cezzinha, 30, como é mais conhecido, é agora investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia da Mulher, por suspeita de agressão a uma ex-namorada, a advogada Fabiana Fernandes, 33. O inquérito corre em segredo de justiça e está perto de ser concluído, segundo a delegada Gerlune Maria Monteiro.

Devota de Nossa Senhora e hoje militante do Movimento Pró-Vida, Elba Ramalho chegou a dar um longo testemunho sobre sua vida pessoal durante cerimônia religiosa. Falou desde o aborto que realizou na juventude, numa clínica do Recife, até o fim de dois casamentos. O último deles com Cezzinha, em 2010. “Ele bebia, ficava agressivo. A gente se batia. Eu, que não mato nem um mosquito, já estava no ponto de, ele dava uma e eu dava cinco. Ou seja, eu tinha caído. Eu estava na boca da fornalha”, desabafa, no vídeo postado no YouTube.

As declarações de Elba podem ser ouvidas em gravação que circula no site de compartilhamento. O vídeo foi postado em novembro de 2012 e tem quase 50 minutos de duração. Dos 28 minutos e 54 segundos em diante, a cantora fala sobre a relação com o sanfoneiro. “Estou na minha decadência com esse relacionamento. Confesso a vocês. Não posso dizer que ele era um psicopata. Seria um pecado meu estar julgando uma pessoa. Eu estava muito apaixonada. Era carne pura. Não existia nada de alma. Existia somente a paixão. Olha, conheci várias mulheres passando por essa situação. Você fica aprisionado. Você sabe que está lidando com o mal”, discorre.

Em seguida, a artista conta como foi o fim do relacionamento. “Minha produção dizia: tira ele da banda. E eu dizia: não, eu vou sair com ele do meu lado. A última turnê, de 30 shows que fizemos juntos, eu tinha uma viagem marcada para Nova Iorque (...) No último dia de show, eu estava tão fortalecida, gente. Terminou o show, eu apresentei ele do mesmo jeito, fulano, cantei com ele, dancei. Quando terminou o show, olhei para minha produtora e falei: me leva para casa. Ela: e César? Eu falei: Esqueça, acabou. Fui para minha casa, não precisei explicar nada. Ele percebeu.”

Ao JC, a assessoria da cantora confirmou a veracidade do testemunho. Mas não quis dar detalhes de quando e onde foi gravado. Já o advogado do sanfoneiro, Arnaldo Escorel, disse que desconhecia o vídeo e preferiu não comentá-lo, alegando que o testemunho de Elba Ramalho não possui vínculo com a denúncia formalizada pela advogada e também ex-companheira de seu cliente.

“César Carvalho informa a todos os cidadãos e ao público, principalmente aos seus fãs, que jamais agrediu a senhora Fabiana, nem qualquer outra mulher em sua vida”, diz um trecho da nota divulgada após a formalização da denúncia de Fabiana Fernandes.


Fonte: JC

Prazo para pagamento de IPVA é prorrogado

 /
A Secretaria da Fazenda divulgou nesta terça-feira o novo calendário de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para o ano de 2014. Os novos prazos-limite estabelecidos para pagamento da primeira parcela do imposto ou para o pagamento em cota única serão os dias 17, 24 e 31 de março, de acordo com a terminação numérica das placas dos veículos. O cidadão não deve esperar pelo recebimento do boleto em casa porque os Correios estão em greve. Além disso, não deve deixar para emitir o boleto em cima da hora. A emissão das guias de pagamento (parcelado ou em cota única) deve ser feita pelo site do Detran (www.detran.pe.gov.br) ou em um dos pontos de atendimento do órgão no Estado (sede, shoppings, Ciretrans ou Expressos Cidadão). A lista dos pontos de atendimento e horários do Detran está disponível no site: www.detran.pe.gov.br.
O Detran-PE e a Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI) estão trabalhando, desde o dia 7 de março para normalizar o processamento da emissão das guias de pagamento das taxas do Licenciamento 2014. No ano passado, a capacidade do site já tinha sido dobrada e a meta para 2014 é de novamente duplicar a capacidade do site do DETRAN-PE.
O número de acessos ao site do Detran-PE, nos últimos dias, superou as expectativas por conta de motivos como a greve dos Correios que impossibilitou a chegada dos boletos às residências. Além disso, muitas pessoas também deixaram para efetuar o pagamento no encerramento do prazo. Outro dos motivos causadores de dificuldades da emissão on line das guias de pagamento do IPVA é o aumento da frota de veículos, que, nos últimos três anos, cresceu em quase um milhão de unidades. 
Confira a seguir o novo calendário do IPVA 2014:
Terminações de placas Prazo para cota única (com 5% de desconto) 1ª parcela 2ª parcela 3ª parcela
1, 2, 3 e 4 17/03/2014 17/03/2014 08/04/2014 07/05/2014
5, 6 e 7 24/03/2014 24/03/2014 15/04/2014 15/05/2014
8, 9 e 0 31/03/2014 31/03/2014 25/04/2014 27/05/2014